Fonte sem transformador retificada

image_pdfimage_print

Vanderlei Alves S. da Silva

Publicamos neste site um artigo ensinando a calcular o valor de um capacitor para a elaboração de uma fonte sem transformador, o qual tem a função de reduzir a tensão da rede de energia elétrica por meio da reatância capacitiva. No entanto, tal fonte, fornece apenas tensão alternada, não servindo para alimentar circuitos eletrônicos. Vamos aprender, neste artigo, a montar uma fonte sem transformador retificada e regulada, a qual, poderá ser usada para alimentar circuitos eletrônicos.

Caso não tenha visto o artigo que ensina esse cálculo, clique aqui.

Agora que provavelmente você já sabe como calcular o capacitor, veja o esquema abaixo e aprenda a montar uma fonte sem transformador retificada e regulada para a tensão desejada.

Lembrando que fontes sem transformador oferecem alto riscos de choques elétricos!

Fonte sem trafo estabilizadaClique para ampliar a imagem

 Abaixo você pode visualizar a ligação dos componentes:

Clique para ampliar a imagem

*A tensão de entrada da fonte e a de saída nos terminais de C2 vão depender do capacitor C1, que deve ser devidamente calculado. Para saber como calcular, clique aqui.



*A tensão de saída da fonte, a qual será estabilizada, vai depender do CI1 escolhido. Veja abaixo alguns exemplos de circuitos integrados reguladores de tensão, usado nesta fonte, e suas pinagens:
regulador7812

Para ter uma saída de 12V, use o circuito integrado 7812 e para uma saída de 5V, use o 7805. Existem vários outros circuitos integrados reguladores de tensão da família 78xx, os quais estabilizam tensões positivas, para regular tensões negativas, usam-se os CIs da família 79xx, onde xx correspondem ao valor da tensão que estará presente na saída da fonte.

O capacitores devem ter tensão de trabalho com pelo menos 5V a mais em relação às tensões presentes na fonte. Nunca use capacitores com tensões menores ou igual a tensão desejada, os capacitores devem ser capaz de suportar sempre tensões maiores.

Circuito Impresso

PCB_01_FST

Lado de baixo da placa (o desenho está invertido). Para imprimir em tamanho real, salve a imagem acima e usando um editor de imagem de sua preferência, dimensione para 7,75 cm de largura por 3,03 cm de altura.

Abaixo você vê a disposição dos componentes na placa de circuito impresso.

PCB_02_FST

Lista de componentes

___________________________________________________________________________

C1 – Capacitor cerâmico ou de poliéster de 6uF x 250VAC (para 127V) ou 3uF x 400VAC (para 220V);

C2 – Capacitor eletrolítico de 1000uF x 25V;

C3 – Capacitor elétrolítico de 470uF x 16V;

D1 a D4 – Diodos retificadores 1N4007;

CI1 – Circuito integrado regulador de tensão LM7812 (Para tensão de saída de 12V) ou LM7805 (Para tensão de saída de 5V);

Placa de circuito impresso no tamanho indicado no texto;

Fios, solda, ferramentas.

___________________________________________________________________________

Dica: Caso o CI1 esquente durante o funcionamento, o que pode ser normal, adicione a ele um dissipador de calor. Veja um exemplo na figura abaixo:

dissipador1

Após a montagem, ligue a fonte na tomada da rede elétrica e use um multímetro para medir a tensão de saída para ver se está tudo em ordem, se você usar o LM7812 deverá encontrar 12V na saída e se for o LM7805 a tensão de saída deverá ser 5V.

Gostou deste conteúdo? Quer muito mais assuntos interessantes e úteis? Então torne-se um colaborador e apoie essa obra ou faça uma doação.

 





apoia-se

170 comentários sobre “Fonte sem transformador retificada

  1. Olá uma pergunta, observando o circuito gostaria de saber o que poderia acontecer se C1 entrar em curto. obrigado.

    1. Olá Fernando,

      Neste caso, os diodos e provavelmente a carga serão danificados. É importante colocar um fusível na entrada do circuito para proteção.

  2. Excelente matéria, parabéns. Já coloquei a pagina nos meus favoritos. rs

    Professor, eu estou querendo montar uma fonte para alimentar um ESP8266 (3,3V). O senhor acha aconselhável utilizar esse circuito, claro que ajustando a tensão da saída para 3,3V, para alimentar esse módulo? Ele tem um consumo de aproximadamente 300mA.

    Desde já agradeço a ajuda.

    1. Olá Ledilson!

      Desculpe a demora em responder. E obrigado pelo elogio. 😉

      Sim, esta fonte é apropriada para circuitos pequenos, porém, como você comentou, deverá ser ajustada para 3,3V, e para isso poderá usar diodo zener. No entanto, lembre-se que por não possuir transformador o risco de choque elétrico é inevitável e por isso não deverá tocar em nenhuma parte metálica do ESP8266.

      Abraço! 😀

  3. Ola boa tarde o C1 – Capacitor cerâmico ou de poliéster 3uF x 400VAC (para 220V) pode ser subistituido por outro para fazer a mesma função?

      1. Ola, Professor!
        Parabéns pela matéria.
        Só me esclareça uma duvida, teria como utiliza-la de modo que seja automática, sem a necessidade de modificar o C1?

        “C1 – Capacitor cerâmico ou de poliéster de 6uF x 250VAC (para 127V) ou 3uF x 400VAC (para 220V)”

        1. Olá Arley,

          Existe uma solução para este caso, a qual consiste em você calcular o capacitor C1 para uma tensão de entrada de 254V e tensão de saída de 28V. Com a utilização do regulador de tensão 7812 (para 12V), 7805 (para 5V) ou para qualquer outra tensão que deseje, a tensão estará sempre no mesmo valor independente se estiver ligado em 254V (220V) ou 127V.

          Para calcular C1 acesse essa página: Fonte sem transformador – Cálculos

          Abraço!
          Aproveite e assine grátis a nossa Newsletter para ficar por dentro das novidades do site.

          1. Boa tarde Vanderlei.

            Tudo bem?

            Estou querendo montar está fonte acima em 12V automático e acorrente que preciso é de 0,5A e fiz o cálculo para o capacitor C1 para as tensões de entrada(254V) e saída(28V) que você mencionou acima e o resultado do capacitor foi de 5,255302600F. Que capacitor comercial seria esse, se é que existe?

            Desde já agradeço a atenção.
            Obrigado.

          2. Olá Claudio,

            Este resultado está muito estranho. Tal capacitor não seria viável. Refaça novamente os cálculos, pois tem algo errado.

  4. Olá professor, para uma tensão de saída de -12v, além de utilizar o regulador 7912 preciso também inverter os diodos? Ou o próprio regulador faz isso e os diodos permanecem como no seu projeto? Obrigado pelo conteúdo!!

    1. Olá Marlon!

      Isso mesmo, para utilizar o 7912 e assim poder regular cargas negativas, você precisará também inverter os diodos.

      Abraço! 😉

  5. Boa noite
    eu tenho um amplificador de 2400w, que no qual precisa de 200A para seu funcionamento correto, esse tipo de fonte que você nos forneceu o projeto, seria viável pra me fornecer esses 200A que preciso? , se não, você poderia me informar algum tipo de fonte simples e avançada na qual me fornecesse esses 200A em 12V sem o uso de um trafo?

    1. Olá Alisson!

      É totalmente inviável usar esse tipo de fonte para tal finalidade. Para amplificadores de som o melhor é usar transformadores, principalmente do tipo Toroidal, o qual tem um grande rendimento e alta qualidade para sistemas de som.

  6. Olá, não sei se me confundi, mas no cálculo para 127V chegamos a um capacitor de 620nF e no seu último exemplo, você sugere a utilização de um capacitor de 6uF. Um capacitor de 6uF não seria o equivalente a um capacitor de 6000nF?

    620 Nanofarad [nF] = 0,62 Microfarad [µF]

    1. Olá Ricardo,

      O circuito de exemplo mostrado na página Fonte sem transformador não corresponde ao circuito prático apresentado nesta página. Lá é apenas um exemplo e este circuito com o capacitor de 6uF é o que foi montado e testado aqui por nossa equipe.

      Abraço 😉

  7. Olá, preciso montar uma fonte que não passe ruído para um raspberry, pois a que montei passa ruído ao ser feita a leitura do cartão de memória. Sabe se esse projeto seu resolve meu problema? Preciso de 5v e 2A aproximadamente. Abraço !!

    1. Olá Jorge,

      Infelizmente eu não te recomendo essa fonte para a alimentação de um Raspberry, uma vez que ela é indicada para aparelhos de baixo consumo, em torno de 500mA, além de que o sistema de filtro é deficiente para atender o teu projeto.

    1. Olá Paulo,

      É sim, desde que o usuário não tenha contato físico com as partes elétricas do circuito.

    1. Olá Carlos,

      Tem sim, D3 e D4 juntamente com D1 e D2 ajudam a formar a ponte retificadora de onda completa e assim, aproveitar os dois semi-ciclos da fase facilitando e barateando a filtragem da tensão de saída. Poderia ser usado apenas um diodo, porém, o capacitor de filtro deveria ser bem maior para garantir uma boa filtragem.

      1. Correto, minha duvida é a seguinte na saída de um transformador temos o secundário que hora alterna positivo e negativo nos seus extremos, mais o neutro não alterna.

  8. Olá eu dei uma olha no yotube e fiz uma fonte de 9v o autor disse que poderia usar para alimentar pequenos circuitos como por exemplo multimetro, pois bem fiz uma fonte e quando liguei o multimetro ele queimou, comprei outro multimetro , essa fonte é diferente da que eu fiz, pergunto serve para alimentar multimetros?

    1. Olá Carlos,

      Eu não indicaria essa fonte para ser usada na alimentação de multímetros, uma vez que ela não é isolada da rede elétrica e isso poderá causar choques elétricos ao tocar nas ponteiras ou em qualquer parte metálica ligada à alimentação internamente e também o risco de danificar os equipamentos que forem submetidos a testes com esse multímetro.

  9. Boa noite Professor, será que um carregador de celular com saída de 5v pode ser ligado direto em uma bateria de 3,7v ? ou é melhor fabricar um carregador desse?
    Pretendo usar em um mini amplificador com alimentação de 2,5v a 5,5v .
    Obrigado

    1. Olá Moisés,

      Os carregadores de celular foram fabricados justamente para este tipo de bateria. Esta fonte que apresento não é um carregador e sim uma fonte de alimentação, a qual pode trazer riscos de choque elétrico ao teu projeto, uma vez que não possui transformador para isolar a saída da entrada.
      Portanto, use o carregador de celular mesmo. 😉

    1. Olá Gustavo,

      Não aconselho essa fonte para correntes maiores que 1A, mas você pode usar diodo Zener com uma etapa de potência transistorizada.

  10. Boa noite professor, tudo bem?

    Tenho um projeto no qual pretendo ligar um módulo bluetooth ou wifi (5v), um microcontrolador pic e um ou mais reles.

    Mas não gostaria de usar um transformador pelo fato do tamanho e peso, que têm que ser os menores possíveis.

    Este projeto é adequado para este cenário? Se não for, saberia me indicar alguma literatura que me permita montar um circuíto adequado?

    Muito obrigado!

    1. Olá Carlos!

      Não aconselho esse tipo de fonte para alimentar tais módulos, uma vez que eles precisam de corrente elétrica devidamente filtrada para desempenharem perfeitamente suas funções, a menos que se utilize filtro LC tipo PI logo após os diodos retificadores para a eliminação de transientes. E como sempre venho alertando, este projeto da Fonte sem transformador retificada pode oferecer riscos de choque elétrico caso o circuito venha a ter contato físico com pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *